Estudo sobre o canal de crédito bancário no Brasil: Abordagem por meio do matching das funções impulso resposta

Autores

  • Jocildo Fernandes Bezerra Universidade Federal de Pernambuco
  • Ricardo Chaves Lima Universidade Federal de Pernambuco
  • Igor Ézio Maciel Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.11606/1413-8050/ea137674

Palavras-chave:

Canal de Crédito, VECM, Política Monetária

Resumo

O presente estudo aborda a questão do canal de crédito bancário no Brasil considerando a sua operacionalidade e a identificação dos efeitos da oferta e da demanda de empréstimos. Para tanto,especifica-se um modelo estilizado que caracteriza o comportamento da oferta de crédito dos bancos,em um ambiente de incerteza quanto à política monetária futura. Em seguida, estimam-se funções impulso resposta empíricas, obtidas de um modelo VECM, e teóricas, originadas de um modelo DSGE. Usando-se a técnica de calibragem, obtêm-se os parâmetros que determinam a distância mínima (matching) entre os dois tipos de funções em presença de um choque de política monetária. A motivação para o uso dessa metodologia é a possibilidade de separarem os componentes de demanda e de oferta de empréstimos, uma questão recorrente em estudos desta natureza

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-06-01

Como Citar

Bezerra, J. F., Lima, R. C., & Silva, I. Ézio M. (2016). Estudo sobre o canal de crédito bancário no Brasil: Abordagem por meio do matching das funções impulso resposta. Economia Aplicada, 20(2), 245-264. https://doi.org/10.11606/1413-8050/ea137674

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)