Efeitos do ingresso da Venezuela no Mercosul: A Criação e o desvio de comércio no Brasil

Autores

  • Carla Calixto da Silva Universidade Federal Rural de Pernambuco. Unidade Acadêmica de Serra Talhada- UAST
  • Álvaro Barrantes Hidalgo Universidade Federal de Pernambuco. Programa de Pós-Graduação em Economia – PIMES

DOI:

https://doi.org/10.11606/1413-8050/ea135456

Palavras-chave:

MERCOSUL, Integração da Venezuela, Criação e Desvio de Comércio

Resumo

O objetivo deste artigo é mensurar os prováveis impactos estáticos do processo de integração por meio da criação e do desvio de comércio entre o Brasil e a Venezuela, com a entrada efetiva, ex-ante, desse país no MERCOSUL. Para tanto, o artigo faz uso do modelo de equilíbrio parcial das elasticidades de Laird & Yeats (1986), utilizando os setores exportadores a 2 dígitos (00 a 99) do SITC Rev. 3. O resultado das simulações para o período 1995-2011 parece mostrar que a entrada da Venezuela no MERCOSUL, com a eliminação de barreiras comerciais, traria impacto relevante sobre as exportações brasileiras. Para quase todos os setores estudados, o efeito criação de comércio mostra-se superior ao efeito desvio de comércio, evidenciando a competitividade das exportações brasileiras no mercado da Venezuela

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-09-01

Como Citar

Silva, C. C. da, & Hidalgo, Álvaro B. (2016). Efeitos do ingresso da Venezuela no Mercosul: A Criação e o desvio de comércio no Brasil. Economia Aplicada, 20(3), 223-252. https://doi.org/10.11606/1413-8050/ea135456

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)