Transferências condicionais de renda e nutrição: efeitos do bolsa família nas áreas rurais e urbanas do Brasil

Autores

  • Valdemar Rodrigues de Pinho Neto Fundação Getúlio Vargas
  • Cecilia Machado Berriel Fundação Getúlio Vargas

DOI:

https://doi.org/10.11606/1413-8050/ea139199

Palavras-chave:

Programa Bolsa Família, Nutrição, Saúde.

Resumo

Este trabalho investiga o efeito do Programa Bolsa Família (PBF) sobre o estado nutricional das crianças e adolescentes beneficiadas. Para tanto, foram utilizados os dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF- 2008/2009), conjuntamente com o método Propensity Score Matching. A caracterização nutricional foi realizada com base em recentes recomenda- ções da Organização Mundial da Saúde. A amostra estudada inclui crianças e adolescentes menores de 19 anos de idade, permitindo-se efeitos heterogêneos do programa entre as áreas urbanas e rurais do país. Os resultados indicam que o PBF melhorou os indicadores nutricionais daqueles que pertenciam ao grupo de tratamento. Além da transferência de renda, acredita-se que as condicionalidades nas áreas da saúde e educação possam explicar parte desse resultado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valdemar Rodrigues de Pinho Neto, Fundação Getúlio Vargas

Aluno de Doutorado da Fundação Getúlio Vargas, EPGE - FGV/RJ

Cecilia Machado Berriel, Fundação Getúlio Vargas

Professora Assistente da Fundação Getúlio Vargas, EPGE - FGV/RJ

Downloads

Publicado

2017-06-01

Como Citar

Pinho Neto, V. R. de, & Berriel, C. M. (2017). Transferências condicionais de renda e nutrição: efeitos do bolsa família nas áreas rurais e urbanas do Brasil. Economia Aplicada, 21(2), 185-205. https://doi.org/10.11606/1413-8050/ea139199

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)