Avaliando o efeito da expansão da banda larga sobre o PIB

Autores

  • Alexandre Xavier Ywata de Carvalho IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
  • Mário Jorge Cardoso de Mendonça IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
  • Marcus Gerardus Lavagnole Insper - Ensino Superior em Negócios, Direito e Engenharia
  • José Jaime da Silva IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada

DOI:

https://doi.org/10.11606/1980-5330/ea143788

Palavras-chave:

banda larga, análise de agrupamento, dados em painel, variável instrumental, k-médias

Resumo

Este estudo tem como objetivo avaliar o efeito da banda larga no Brasil por meio de um modelo de dados em painel de 5.564 municípios no período de 2007 a 2014. Usamos a análise de agrupamento para controlar as diferenças regionais. Pode-se constatar que o efeito da banda larga sobre o PIB municipal é regionalmente diferenciado. O maior impacto incide nos municípios de maior renda per capita e alta concentração urbana. Testa-se ainda a hipótese de que o efeito da banda larga é do tipo “U invertido”. Os resultados não evidenciam que essa hipótese pode ser negada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Xavier Ywata de Carvalho, IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada

Alexandre Xavier Ywata Carvalho possui graduação em Engenharia Mecânica-Aeronáutica (1994) e especialização em Engenharia de Armamento Aéreo (1995) pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica, mestrado em Estatística e Métodos Quantitativos pela Universidade de Brasília (1999) e doutorado em Estatística pela Northwestern University (2002). Atualmente é Diretor de Estudos Regionais, Urbanos e Ambientais, e Presidente Substituto, do Ipea. Atuou como pesquisador sênior no International Policy Center (IPC/UNDP), e professor de econometria no Centro de Estudos de Regulação e Mercados da UnB. Foi Coordenador de Métodos Quantitativos, Coordenador de Estudos Regionais e Urbanos, e Chefe da Assessoria Técnica da Presidência, no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - DF. Foi professor assistente no Departamento de Estatística na Universidade de British Columbia (UBC). É integrante de projetos multidisciplinares de modelagem de dinâmica do uso do solo: projeto REDD-PAC (www.redd-pac.org) e projeto de modelagem da moratória da soja (http://geoinformatics.cc/doku.php?id=soy-moratorium). Possui diversos trabalhos aplicados em modelagem ambiental, regulação econômica de serviços de transporte e energia, modelos de exportação e importação, simulações de impactos de acordos comerciais, criminalidade, mapeamento de pobreza, avaliação de impacto de políticas públicas, crescimento dos municípios, risco operacional e risco de crédito, e fundos de pensão. Coordenou diversos projetos de desenvolvimento de software, incluindo o software de análises espaciais IpeaGEO (www.ipea.gov.br/ipeageo), o software de gerenciamento de projetos de pesquisa IpeaProjetos, e o extrator de dados do Ipea (http://www.ipea.gov.br/extrator/). Suas áreas de interesse para pesquisa metodológica são: modelos de escolha discreta, mistura de especialistas, séries temporais não-lineares, otimização e aprendizado simultâneos em problemas dinâmicos, econometria espacial, modelos estatísticos para análise de risco, clusters espaciais. É coautor do livro Introdução aos Métodos Estatísticos para Economia e Finanças, publicado pela editora da UnB, (http://www.editora.unb.br/lstDetalhaProduto.aspx?pid=757).

Mário Jorge Cardoso de Mendonça, IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada

Pesquisador sênior do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) onde ingressou por concurso público em 1997. É mestre em Economia pela Universidade Federal Fluminense onde também foi professor do curso de Economia entre 1995 e 1996. Selecionado em 2004 para bolsa de doutorado pelo Projeto Alban da Comunidade Européia participou do Programa de PhD em Economia da École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS). Em 2002 coordenou o estudo para determinação do custo econômico do uso do fogo na Amazônia brasileira, oriundo do acordo de cooperação entre o IPEA, o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) e o Woods Hole Research Center (WHRC). Entre 2007 e 2016, foi membro da Diretoria de Estudos Macroeconômicos (Dimac), sendo que de 2008 a 2010 coordenou a área de Finanças Públicas da Dimac. Nesse período desenvolveu metodologia para previsão de arrecadação tributária e elaborou diversos estudos nas áreas de política monetária e fiscal. A partir de 2017 passou a ser membro da Diretoria de Estudos Regionais, Urbanos e Ambientais do IPEA. Nesse ano integrou a gerência de Avaliação de Políticas Públicas atuando no projeto "Impacto econômico da banda larga nos municípios brasileiros", feito em conjunto entre a Anatel e o IPEA. Durante 2018 gerenciou a coordenação de sustentabilidade ambiental do Ipea (Cosam) sendo ainda membro da equipe que elaborou o "Guia de Avaliação Ex Post de Programas Sociais", desenvolvido em parceria com a Casa Civil da Presidência da República. Participou em setembro de 2018, a convite da OEA, como consultor internacional do Mecanismo de Cooperação Interamericana para Gestão Pública Efetiva (MECIGEP / OEA), integrando a missão técnica em Honduras para elaboração de uma proposta de desenho da "Unidade Interministerial de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas" desse país. Entre novembro e dezembro de 2018 foi membro do Gabinete de Transição Governamental no Grupo Técnico de Economia e Comércio Exterior. A partir de maio de 2019 atua no Cmap como representante do Ipea cooperando na avaliação do Programa da Zona Franca de Manaus. Atualmente, gerencia a Coordenação de Avaliação de Políticas Públicas do Ipea, sendo também coordenador técnico do acordo de cooperação técnica com a Secretaria de Política Econômica para elaboração de estudos fiscais e modelos de projeção de tributos.

Marcus Gerardus Lavagnole, Insper - Ensino Superior em Negócios, Direito e Engenharia

Doutorando em Estatística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro com interesse em estatística aplicada e econometria.

José Jaime da Silva, IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) / Centro Acadêmico do Agreste (CAA). Atuou como monitor de Microeconomia 3 em 2011. Atuou no Projeto de Extensão: Educação do Campo, Agroecologia e Agricultura Familiar: núcleo de integração de saberes e no Projeto Ciclos em 2012. Atuou como professor de inglês do Programa Ganhe o Mundo do Governo do Estado de Pernambuco em 2013. Mestre em População, Território e Estatísticas Públicas pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE) da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi monitor de Geoprocessamento durante o mestrado. Atualmente é Assistente de pesquisa da Diretoria de Estudos Regionais, Urbanos e de Meio Ambiente no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA/Dirur).

Downloads

Publicado

2019-09-01

Como Citar

Ywata de Carvalho, A. X., Mendonça, M. J. C. de, Lavagnole, M. G., & Jaime da Silva, J. (2019). Avaliando o efeito da expansão da banda larga sobre o PIB. Economia Aplicada, 23(3), 29-60. https://doi.org/10.11606/1980-5330/ea143788

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)