Competição entre postos de gasolina em pequenos municípios brasileiros: uma análise a partir de um modelo de entrada empírico

Autores

  • Raquel Menezes Bezerra Sampaio Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Luciano Menezes Bezerra Sampaio Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502013000400003

Resumo

Usa-se um tradicional modelo empírico de entrada para investigar o grau de competição em mercados locais de postos de gasolina no Brasil. Mostra-se como o número de firmas nos mercados varia com mudanças na demanda e na competição com dados para 2.590 municípios considerados mercados isolados. Os resultados mostram alteração na conduta competitiva com o aumento no número de postos, sobretudo até a entrada do quinto posto. O modelo utilizado não requer dados de preços e, a partir de características dos mercados, tais como população e número de firmas, pode indicar se há um padrão geral de conduta anticompetitiva no varejo de combustíveis em pequenos municípios brasileiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-01

Como Citar

Sampaio, R. M. B., & Sampaio, L. M. B. (2013). Competição entre postos de gasolina em pequenos municípios brasileiros: uma análise a partir de um modelo de entrada empírico . Economia Aplicada, 17(4), 579-598. https://doi.org/10.1590/S1413-80502013000400003

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)