Ganhos de produtividade da cooperação para inovar nas empresas industriais brasileiras

Autores

  • Ronivaldo Steingraber Universidade Federal da Santa Caratina
  • Flávio de Oliveira Gonçalves Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502013000400004

Resumo

Este artigo analisa o impacto da cooperação para inovar sobre a produtividade das empresas industriais brasileiras. Tal exercício é considerado em dois momentos na estimativa realizada. Primeiramente, verifica-se o efeito das competências para inovar na empresa, em seguida estas competências são controladas pelo desempenho setorial, onde é introduzida a variável de cooperação. Os resultados encontrados mostram que as empresas mais produtivas são as que apresentam mão de obra inovadora, maior renda e escolaridade dos trabalhadores, são maiores e com maior volume de importação, já as empresas mais produtivas que cooperam no setor apresentam maior volume de exportações, pedidos de patentes registrados e são maiores na participação setorial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-01

Como Citar

Steingraber, R., & Gonçalves, F. de O. (2013). Ganhos de produtividade da cooperação para inovar nas empresas industriais brasileiras . Economia Aplicada, 17(4), 599-621. https://doi.org/10.1590/S1413-80502013000400004

Edição

Seção

Artigos