Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Livre Comércio versus Protecionismo: uma antiga controvérsia e suas novas feições

Sérgio Buarque de Hollanda Filho

Resumo


Os autores do pensamento econômico dominante apresentam, desde a época de Adam Smith, um posicionamento favorável ao livre comércio. Paralelamente, entre os estudiosos da área do desenvolvimento econômico, elaboraram-se argumentos em favor de medidas protecionistas inseridas em uma política de industrialização para países em desenvolvimento. A análise histórica da prática política das nações que se industrializaram parece apoiar o posicionamento do segundo grupo; isso seria explicável por argumentos não captados pelo método de abstração e natureza estática da teoria predominante. Por outro lado, medidas protecionistas são freqüentemente adotadas  - em países desenvolvidos ou não - com o intuito de garantir privilégios específicos de determinados segmentos da sociedade, conforme salientado pela teoria convencional. Mesmo o forte predomínio do pensamento liberal  sobre a política econômica nos últimos anos não ocorre sem uma série de contradições. Esses são os temas discutidos neste artigo.


Palavras-chave


Teoria e política comercial; protecionismo; livre comércio

Texto completo:

PDF

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Estudos Econômicos (São Paulo)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.