A industrialização brasileira nos anos de 1950: uma análise da instrução 113 da SUMOC

  • Ana Cláudia Caputo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social
  • Hildete Pereira de Melo Universidade Federal Fluminense; Faculdade de Economia
Palavras-chave: industrialização, Instrução 113, investimento direto estrangeiro

Resumo

Esse artigo examina a Instrução 113 da Superintendência da Moeda e do Crédito (SUMOC), que permitiu a importação de máquinas e equipamentos sem cobertura cambial para o Brasil, na forma de investimento direto, a partir de 1955. Uma das interpretações da industrialização nacional consagra que, em meados dos anos 1950, a economia brasileira internacionalizou-se, e a hipótese deste trabalho é que a Instrução 113 foi um elemento significativo dessa questão. A metodologia utilizada para averiguar essa hipótese baseou-se na análise das licenças concedidas pela Carteira de Comércio Exterior (CACEX) do Banco do Brasil, que liberavam a entrada deste investimento nos anos de 1955 a 1963. Esta análise foi feita por meio das seguintes variáveis: país de origem; montante investido; setores econômicos e as principais empresas investidoras, e as que receberam estes investimentos. Constrói-se um quadro representativo do investimento direto estrangeiro no momento em que ocorreu um avanço da industrialização brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-09-01
Seção
Não definida