Culto aos antepassados, Yuta e comunidade a prática do culto aos antepassados pelos descendentes de Okinawanos no Brasil

Autores

  • Koichi Mori

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i29p81-97

Palavras-chave:

Culto aos Antepassados, Yuta(Xamã), Okinawanos(imigmates e seus descendentes do Brasil), Globalização, Estratégia de Vida.

Resumo

No presente trabalho pretendo interpretar as características da prática do culto aos Antepassados realizada por Okinawanos e seus descendentes residentes no Brasil. O trabalho tem como objetivo analisar as transformações e os papéis das xamãs okinawanas na prática deste culto relacionando tais questões com a mudança no elo entre Okinawa, Japão e Brasil do ponto de vista dos Okinawanos residentes no Brasil. Para tanto, a análise será dividida, por conveniência, em quatro períodos: pré-Segunda Guerra Mundial, pós-Segunda Guerra Mundial até a década de 70, década de 70 a 80 e pós-década de 90.Por meio do levantamento das especificidades do culto em cada período e dos diversos fatores que influenciaram essa prática, gostaria de analisar a influência que o processo de globalização exerceu sobre tal prática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Mori, K. (2009). Culto aos antepassados, Yuta e comunidade a prática do culto aos antepassados pelos descendentes de Okinawanos no Brasil. Estudos Japoneses, (29), 81-97. https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i29p81-97

Edição

Seção

não definida