O DUPLO PERIGO AMARELO: O DISCURSO ANTINIPÔNICO NO BRASIL (1908-1934)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i41p101-115

Palavras-chave:

Discurso antinipônico, Assimilação, Imigração japonesa, Nikkei

Resumo

Antes do início da imigração japonesa, em 1908, ela foi envolta por um discurso ligado ao desconhecido, ao diferente e ao outro. Com a chegada dos primeiros imigrantes japoneses, as representações se transformaram e mesclaram-se elementos como o projeto de “branqueamento”, pensado por políticos eugenistas brasileiros, à questão da assimilação e à ideia do perigo amarelo. Portanto, o objetivo desta pesquisa é analisar como o discurso antinipônico transmutou-se e ganhou novos elementos em sua composição, além de se tornar institucionalizado por lei na Constituição de 1934.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-06-13

Como Citar

Ueno, L. M. M. (2019). O DUPLO PERIGO AMARELO: O DISCURSO ANTINIPÔNICO NO BRASIL (1908-1934). Estudos Japoneses, (41), 101-115. https://doi.org/10.11606/issn.2447-7125.v0i41p101-115

Edição

Seção

Artigos