FERVOR E RETROCESSO: DUAS LEITURAS DAS VANGUARDAS LATINO-AMERICANAS EM JORGE SCHWARTZ E SERGIO MICELI

  • Gabriel Bueno da Costa Universidade de São Paulo (USP)

Resumen

O artigo discute as duas leituras das vanguardas latino-americanas propostas nas investigações de Jorge Schwartz e Sergio Miceli. A partir de dois livros lançados quase simultaneamente pelos dois professores, comparamos as visões sobre a produção artística e os contextos sociais que cada leitura propõe. Além de uma discussão geral sobre essas pesquisas, suas diferenças ou mesmo entre suas tensões, destacamos, como exemplo, como cada um dos investigadores enfoca a figura de Xul Solar

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Gabriel Bueno da Costa, Universidade de São Paulo (USP)
Mestrando no programa de pós graduação em Língua Espanhola e Literaturas Espanhola e Hispano-Americana

Citas

BELLUZZO, Ana Maria de M. Os surtos modernistas. In: Modernidade: vanguardas estéticas na América Latina. BELLUZZO, Ana Maria M. (org.). São Paulo: Memorial, UNESP, 1990.

BÜRGER, Peter. Teoria da vanguarda. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

GELADO, Viviana. Poéticas da transgressão: vanguarda e cultura popular nos anos 20 na América Latina. Rio de Janeiro: 7Letras; São Carlos: EdUFSCar, 2006.

KANZEPOLSKY, Adriana. O olhar preciso sobre as artes. Revista Pesquisa Fapesp, edição 209, julho de 2013. Fonte: http://revistapesquisa.fapesp.br/2013/07/12/o-olhar-preciso-sobre-as-artes/. Acesso em 18/06/2014.

MICELI, Sergio. Vanguardas em retrocesso: ensaios de história social e intelectual do modernismo latino-americano. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

___________. Prólogo: O enigma portenho. In: Modernidade periférica: Buenos Aires 1920 e 1930. SARLO, Beatriz. São Paulo: Cosac Naif, 2010.

___________. Nacional estrangeiro: história social e cultural do modernismo artístico em São Paulo. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

______________. Imagens negociadas: retratos da elite brasileira (1920-40). São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

PIZARRO, Ana. Vanguardismo literario y vanguardia política en América Latina. Revista Araucaria, n. 13, p. 81-96, 1981. Santiago de Chile: 1981. Fonte: http://www.archivochile.com/Cultura_Arte_Educacion/araucaria/araucaria13.pdf. Acesso em 9/03/2014.

ROMERO, José Luis. As cidades burguesas. In: América Latina: as cidades e as ideias. Rio de Janeiro: UFRJ, 2004.

SCHWARTZ, Jorge. Fervor das vanguardas: arte e literatura na América Latina. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

___________. Vanguardas latino-americanas: Polêmicas, Manifestos e Textos Críticos. 2ª edição, revista e ampliada. São Paulo: Edusp, 2008.

___________. ___________. Abaixo Tordesilhas! Revista Estudos Avançados, volume 7, n. 17, janeiro/abril de 1993.

__________. Vanguarda y cosmopolitismo na década de 1920 – Oliverio Girondo e Oswald de Andrade. Trad. Mary Amazonas Leite de Barros e Jorge Schwartz. São Paulo: Perspectiva, 1983.

Publicado
2017-08-25
Cómo citar
Bueno da Costa, G. (2017). FERVOR E RETROCESSO: DUAS LEITURAS DAS VANGUARDAS LATINO-AMERICANAS EM JORGE SCHWARTZ E SERGIO MICELI. Revista Entrecaminos, 2(1), 36-47. Recuperado a partir de http://www.revistas.usp.br/entrecaminos/article/view/109406
Sección
Anales de las Jornadas