Representações de mulheres estudantes de direito sobre direitos reprodutivos

entre saberes e valores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/s1678-4634201945184632

Palavras-chave:

Ensino jurídico, Direitos humanos das mulheres, Direitos reprodutivos, Direito ao aborto

Resumo

O presente artigo consiste em análise interdisciplinar dos resultados obtidos em uma pesquisa empírica realizada com as graduandas da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense a respeito das suas representações sobre direitos reprodutivos no processo de formação universitária. Os dados coletados foram analisados com base em teorias sociais contemporâneas sobre relações de gênero e sobre ensino jurídico. Pretendeu-se, com isso, compreender as tensões entre saberes disciplinares e valores individuais no processo de formação universitária. O texto visa a contribuir para a produção de conhecimentos sobre o ethos profissional dos juristas, produzido desde as etapas iniciais de formação. Com isso, podem-se identificar tendências no que diz respeito ao tratamento jurídico de controvérsias ligadas aos direitos reprodutivos, uma vez que as representações de estudantes têm potencial efeito sobre a atuação dos atores do Sistema de Justiça em curto ou médio prazo. As intersecções entre representações sobre direitos reprodutivos, o ensino jurídico e a criminalização desta prática evidenciam as restrições para o exercício dos direitos sexuais e dos direitos reprodutivos das mulheres, bem como assinalam os limites para o aprofundamento dos direitos humanos e das mulheres e da democratização da sociedade brasileira. A partir dos resultados da pesquisa, é possível refletir a respeito da adequação dos currículos dos cursos de direito e problematizar acerca de diretrizes nacionais para a formação jurídica universitária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2019-05-03

Como Citar

Monica, E. F., Martins, A. P. A., & Rocha Júnior, M. H. B. (2019). Representações de mulheres estudantes de direito sobre direitos reprodutivos: entre saberes e valores. Educação E Pesquisa, 45, e184632. https://doi.org/10.1590/s1678-4634201945184632

Edição

Seção

Artigos