Formação e prática educativa de professores secundaristas de Lubango, em Angola

  • Manuel Caluvi Nicolau
  • José González-Monteagudo
Palavras-chave: Formação de professores, Prática educativa, Modelos de ensino-aprendizagem, Escolas secundárias, Educação moral e cívica

Resumo

Esta pesquisa visou a descrever e a compreender as práticas educativas e curriculares dos professores de educação moral e cívica, em escolas secundárias da cidade do Lubango, Angola. A razão da investigação reside no fato de não existirem trabalhos que fazem referência à essa temática no contexto de Angola. Esta é uma pesquisa de estudo de caso de natureza qualitativa, caráter descritivo e interpretativo, que estuda uma situação real em seu contexto cotidiano. A mesma foi realizada em escolas do ensino secundário e contou com a amostra intencional de 17 participantes. Para recolhimento, tratamento e interpretação da informação, foram utilizadas a técnica de entrevista em profundidade e a análise de conteúdo. Os resultados demonstram que a prática educativa é deficiente e faz recurso ao ensino tradicional e modelo transmissivo, sendo realizada por docentes que, na sua maioria, não têm a formação inicial, porque os critérios de admissão valorizam apenas as habilitações literárias. A formação contínua de que beneficiam não reflete as reais dificuldades dos docentes e é pouco notório o trabalho prestado pela administração escolar no acompanhamento das atividades escolares. Para existir boa prática educativa é fundamental investir na formação específica dos professores, na avaliação interna e externa das escolas, a fim de construírem-se mais infraestruturas escolares, apetrechá-las e atribuílas uma boa gestão face aos desafios atuais da educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-09-24
Como Citar
Nicolau, M., & González-Monteagudo, J. (2019). Formação e prática educativa de professores secundaristas de Lubango, em Angola. Educação E Pesquisa, 45, e191996. https://doi.org/10.1590/s1678-4634201945191996
Seção
Artigos