Aspectos educacionais do karate: discutindo suas representações no cinema

  • Rafael Cava Mori
  • Gilmar Araújo de Oliveira
Palavras-chave: Karate, Japão, Cinema, Pedagogia das lutas, Zen

Resumo

O karate é uma luta originária de Okinawa, ilha ao sul do Japão. Historicamente, atravessou três períodos: a partir do século XVII, como bujutsu, técnica clandestina de luta; depois, como budo, quando foi convertido em luta tradicional japonesa, em fins do século XIX, propugnando valores educacionais e identitários; e finalmente, como esporte de luta, quando foi associado a performance motora e competitividade, no século XX. Ao considerar o papel do karate como veiculador de valores de um Japão idealizado – japonesidade –, este trabalho analisa representações cinematográficas dessa luta. A análise focou nos aspectos educativos retratados nos filmes, a série estadunidense The karate kid e o japonês Kuro obi, sendo conduzida conforme três categorias: a relação entre teoria e prática; ruídos e conflitos entre professor e aluno; e formação do aluno como futuro professor. Os resultados revelam que as obras criticam a esportivização do karate, enfatizando a representação de aspectos educacionais associados aos períodos do bujutsu e, principalmente, do budo. Também, colaboram para reafirmar e atualizar a japonesidade, ao tratar os princípios do budo e sua transmissão educacional de forma idealizada, sem aludir a seu caráter moderno. Ainda, os filmes apresentam divergências em relação à proposta contemporânea de uma pedagogia das lutas, fundamentada na ciência da motricidade humana. Por outro lado, as produções cinematográficas contribuem para a área educacional na medida em que possibilitam discussões a respeito dos processos formativos e seus percalços, retratados de forma original, recorrendo aos conceitos de yin/ yang relacionados aos princípios zen-budistas do budo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-09-24
Como Citar
Mori, R., & Oliveira, G. (2019). Aspectos educacionais do karate: discutindo suas representações no cinema. Educação E Pesquisa, 45, e192837. https://doi.org/10.1590/s1678-4634201945192837
Seção
Artigos