Rotatividade docente na rede municipal de ensino do Rio de Janeiro

  • Marcela Brandão Cunha
Palavras-chave: Rotatividade docente, Distribuição não aleatória de professores entre escolas, Convergência entre perfil de professores e alunos

Resumo

O estudo tem como objetivo investigar as dinâmicas de rotatividade docente na rede municipal de ensino do Rio de Janeiro. Tem-se como pressuposto a existência de padrões não aleatórios de distribuição de professores entre escolas, destacando-se possíveis convergências entre perfis de professores e alunos, principalmente no que diz respeito a indicadores de qualificação docente e ao nível socioeconômico e desempenho escolar dos estudantes. Dessa forma, professores com características mais favoráveis tenderiam a lecionar em escolas com alunos de nível socioeconômico mais alto e melhor desempenho escolar, e vice-versa. Em relação à revisão de literatura, destacam-se estudos internacionais que investigam a mobilidade de professores dentro de uma mesma rede de ensino. A pesquisa em questão abrange os docentes que ingressaram na rede municipal de ensino do Rio de Janeiro entre 2002 e 2012 e investiga a relação entre a rotatividade docente nas escolas e as principais características de professores e alunos que as compõem. As análises são baseadas na legislação municipal acerca das transferências desses profissionais de ensino entre escolas; em dados funcionais dos educadores e registros de transferências de escola, fornecidos pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro (SMERJ); além de dados da Prova Brasil, referentes ao nível socioeconômico e desempenho escolar dos alunos. Dentre os principais resultados, é possível sugerir a possibilidade de convergência entre perfis menos favoráveis de professores e alunos em instituições de ensino com maior rotatividade docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-09-24
Como Citar
Cunha, M. (2019). Rotatividade docente na rede municipal de ensino do Rio de Janeiro. Educação E Pesquisa, 45, e192989. https://doi.org/10.1590/s1678-4634201945192989
Seção
Artigos