A produção discursiva sobre ensino de língua portuguesa: análise de dissertações de mestrado

  • Daniela Aparecida Eufrásio
  • Valdir Heitor Barzotto
Palavras-chave: Ensino da língua portuguesa, Produção do conhecimento, Análise de discurso

Resumo

Este artigo apresenta uma análise discursiva de dissertações de mestrado que tratam do ensino de língua portuguesa na educação básica, defendidas entre 2001 e 2017, em distintas universidades do país. O objetivo da pesquisa foi avaliar, no corpus, as regularidades discursivas que lhe eram subjacentes, de acordo com a concepção foucaultiana de que todo discurso responde a determinadas condições de produção, a certas regras de funcionamento que definem o que é legítimo enquanto circulação de saberes que, por sua vez, sustentarão práticas diversas, dentre elas a científica. Metodologicamente, nossa investigação define-se como bibliográfica, caracterizada por procedimentos que não se limitam à revisão da literatura. Os resultados demonstraram que a negação polêmica constitui o discurso analisado, configurando-se na descrição e apresentação de situações de ensino de português que só existem enquanto criação científica. Avaliamos que tais realidades criadas respondem a concepções teórico-metodológicas de ensino de português balizadas pelos trabalhos em questão e que são apresentadas como forma de refutação ao que foi observado em práticas escolares do ensino básico. Observou-se, assim, um modus operandi em dissertações de mestrado, que abordam o ensino de português, caracterizado pela polêmica instaurada na reiteração da inexistência, nos contextos escolares observados, de situações de ensino de língua tidas como ideais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-09-25
Como Citar
Eufrásio, D. A., & Barzotto, V. (2019). A produção discursiva sobre ensino de língua portuguesa: análise de dissertações de mestrado. Educação E Pesquisa, 45, e194245. https://doi.org/10.1590/s1678-4634201945194245
Seção
Artigos