O discurso sobre tecnologias nas políticas públicas em educação

  • Bruna Damiana Heinsfeld
  • Magda Pischetola Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Tecnologias digitais, Políticas públicas em educação, Análise crítica do discurso, Artefato

Resumo

Na chamada era da informação, a temática das tecnologias digitais se consolida no discurso pedagógico e nas pesquisas em educação, pelos quais perpassa a denúncia da necessidade de paradigmas educacionais que dialoguem com as inovações tecnológicas de nosso tempo. Assim, numerosos investimentos, públicos e privados, vêm sendo feitos buscando viabilizar a incorporação das tecnologias digitais no cotidiano escolar. Contudo, percebe-se uma lacuna quanto às indagações sobre o que se entende por tecnologia no âmbito educacional e sobre de que maneira esse entendimento influencia o campo. Posto isso, este trabalho propõe identificar e analisar as percepções de tecnologia que perpassam o discurso das políticas públicas em educação no Brasil. Para tanto, é utilizada a análise crítica do discurso, aplicada aos documentos das políticas públicas em educação que deliberam parâmetros e diretrizes para a incorporação das tecnologias digitais no âmbito escolar. Especificamente, opta-se pela análise do Plano Nacional de Educação 2014-2024 e do Programa de Inovação Educação Conectada, política mais recente no que tange à temática. Propõem-se duas categorias de análise sobre as percepções de tecnologia: artefato técnico e artefato sociocultural. Considera-se, por fim, que, embora haja apontamentos em direção a perspectivas socioculturais quanto à tecnologia no âmbito educacional, a percepção preponderante se relaciona mais fortemente aos aspectos da tecnologia como artefato técnico.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-09-26
Como Citar
Heinsfeld, B., & Pischetola, M. (2019). O discurso sobre tecnologias nas políticas públicas em educação. Educação E Pesquisa, 45, e205167. https://doi.org/10.1590/s1678-4634201945205167
Seção
Artigos