Abdias do Nascimento e Paulo Freire: dizeres, saberes e experiências na África Ocidental (1975-1988)

Palavras-chave: Intelectuais antirracistas, Colonialismo, Racismo

Resumo

Esta pesquisa é direcionada a tratar sobre as narrativas do colonialismo e racismo contemporâneos de uma perspectiva comparada e, a partir disso, será possível enxergar as experiências africanistas dos intelectuais antirracistas abordados neste projeto: Abdias do Nascimento e Paulo Freire, que trazem à tona discussões importantes sobre as questões raciais no decorrer do século XX. Sendo assim, este trabalho tem o objetivo de desvendar e entender as ações e as relações destes pensadores com os problemas da população negra e as suas respectivas lutas e, por conseguinte, visualizar ambos como sendo agentes sociais importantes para a construção de representações históricas sobre a condição do negro no continente africano e na diáspora, tendo assim um importante diálogo entre o Brasil e a África.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisa Ferreira Teixeira, Universidade Federal da Paraíba
Graduanda em História pela Universidade Federal da Paraíba -CCHLA/ Campus I - João Pessoa
Publicado
2018-11-29
Como Citar
Teixeira, E. (2018). Abdias do Nascimento e Paulo Freire: dizeres, saberes e experiências na África Ocidental (1975-1988). Epígrafe, 6(6), 125-148. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8855.v6i6p125-148
Seção
Artigos