Não espere mamãe mandar: a publicidade disciplinar e a linguagem publicitária no Século XX.

  • Izabela Domingues Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: comunicação, publicidade, linguagem

Resumo

Este artigo procura entender como a publicidade busca atuar sobre os corpos e as mentes dos consumidores e cidadãos como um dispositivo de moldagem e de modulação de condutas, posturas e reações para, muito além de comunicar e vender, controlar seus públicos-alvo, através de mensagens capazes de disciplinarem os sujeitos a partir da identidade ou identificação, pelo adestramento, ou ainda, apelo ao risco ou medo. Para tanto, utiliza a técnica da análise do discurso a fim de melhor perceber tais questões e intervir, a partir das reflexões propostas, neste plano coletivo de forças.

Publicado
2016-12-06
Como Citar
Domingues, I. (2016). Não espere mamãe mandar: a publicidade disciplinar e a linguagem publicitária no Século XX. Estudos Semióticos, 12(2), 58-66. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2016.127624
Seção
Artigos