Conexão repórter: elementos identitários em vinheta de abertura

  • Jaqueline Esther Schiavoni Universidade Estadual Paulista
Palavras-chave: Semiótica, Televisão, Vinheta de abertura, Reportagem

Resumo

Buscaremos explicitar neste artigo algumas das características que norteiam a produção do programa Conexão Repórter, exibido semanalmente pelo Sistema Brasileiro de Televisão. Por objeto escolhemos a vinheta de abertura da atração, visto que a peça cumpre a função de apresentar a identidade de programa. As análises foram realizadas a partir dos desdobramentos teóricos da semiótica francesa propostos por Jacques Fontanille na obra Corpo e Sentido (2016). Os resultados apontam para um tipo de produção que tem como estratégia a recuperação do tempo passado em seu processo de enunciação, fazendo isso por meio da exploração de diferentes tipos de marcas (superfície, diegética, motora, dêitica).

Biografia do Autor

Jaqueline Esther Schiavoni, Universidade Estadual Paulista

Em estágio de pós-doutoramento junto ao Grupo de Estudos Audiovisuais (GEA-Unesp/Fapesp). Doutora em Meios e Processos Audiovisuais (ECA-USP).

Publicado
2018-12-19
Como Citar
Schiavoni, J. (2018). Conexão repórter: elementos identitários em vinheta de abertura. Estudos Semióticos, 14(3), 32-43. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2018.133099
Seção
Artigos