Modos de contato na música cênica contemporânea

  • Gustavo Bonin Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Modos de contato, Música cênica, Semiótica tensiva

Resumo

Com base nas direções propostas pelo texto “As condições semióticas das mestiçagem” de Claude Zilberberg, o artigo irá circunscrever a Música Cênica Contemporânea como uma prática que coloca em jogo o contato entre elementos musicais e cênicos, ambos regidos por uma organização musical subjacente. Na guia das diversas vertentes da música contemporânea e experimental, alguns autores ressaltam a presença cênica dos concertos de música utilizando estratégias de iluminação, figurino, gestualidade, encenação etc. Propomos observar as estratégias de dominâncias, transportes e ambivalências entre as presenças musicais e as presenças cênicas, através da configuração gradativa e aspectual dos modos de contato. Zilberberg prevê quatro estados aspectuaise graduais de interação, que vai da mais próxima à mais afastada [fusão – mescla – contiguidade – separação], e também duas sintaxes elementares da mistura, a de participaçãoe a de privação, em que se representa, aspectualmente, a movimentação das grandezas que constituem as presençasem contato. Por fim, esboçaremos uma descrição da regência musical como uma base sensível que orienta a percepção do sujeito envolvido na prática híbrida de Música Cênica.

Biografia do Autor

Gustavo Bonin, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor substituto do Departamento de Musicologia da Escola de Música da Universidade
Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Publicado
2019-04-11
Como Citar
Bonin, G. (2019). Modos de contato na música cênica contemporânea. Estudos Semióticos, 15, 167-183. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2019.153770