Investigações sobre o racismo: contribuições da semiótica francesa

  • Iara Rosa Farias Universidade Federal de São Paulo
Palavras-chave: Valência, Valor, Paradigma, Raça, Racismo

Resumo

Em pleno século XXI, diante de grandes avanços tecnológicos, ainda nos deparamos com atitudes racistas. O racismo está presente, infelizmente, nas práticas discursivas de várias sociedades, cotidianamente. Neste trabalho, pretendemos  fazer um  percurso histórico do termo raça e como as suas aplicações afetou discursos de uma época. Buscamos entender, por esse viés, como o racismo em relação ao negro se tornou possível e que permanece até os dias de hoje. Para abordar as transformações decorrentes do uso do termo raça vamos nos pautar nos conceitos valência e valor apresentados pela Semiótica tensiva desenvolvida no trabalho de Fontanille e Zilberberg (2001). Para fazer o percurso histórico do conceito raça e abordar o seu uso nos discursos, recorremos aos trabalhos de  Mbembe (2012), Munanga (2000) Ianni (2004) e Bonciani (2016) entre outros pesquisadores.

 

Palavras-chave: Valência. Valor. Paradigma. Raça. Racismo.

Biografia do Autor

Iara Rosa Farias, Universidade Federal de São Paulo

Docente do Departamento de Letras da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Publicado
2019-04-11
Como Citar
Farias, I. (2019). Investigações sobre o racismo: contribuições da semiótica francesa. Estudos Semióticos, 15, 184-195. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2019.154970