Interações, leituras e sentidos em tempos de fake news: desafios para a formação de leitores no contexto escolar

Palavras-chave: Fake news, Formação de leitores, BNCC, Semiótica discursiva

Resumo

O trabalho discorre a respeito da produção e do consumo de notícias falsas intensificados pelo fenômeno contemporâneo do uso de redes sociais, que ampliam as fontes de informação e ao mesmo tempo comprometem a fidedignidade do que se enuncia como fato. A partir disso, são apresentadas reflexões acerca de implicações no campo da formação de leitores no contexto escolar. Em tempos de pós-verdade, a escola se vê diante do ensino de novas práticas de leitura, que incluem a formação de leitores críticos, capazes de ler o texto e seus entornos. Nessa direção, mobiliza-se a Semiótica Discursiva como teoria que tem muito a oferecer para as práticas didáticas, considerando a ampliação do horizonte de níveis de pertinência de análise que favorecem a compreensão dos processos implicados.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiza Helena Oliveira da Silva, Universidade Federal do Tocantins

Docente do curso de Letras da Universidade Federal do Tocantins (UFT), campus de Araguaína, TO, Brasil.

Referências

BEAUDOIN, Valérie. De la publication à la conversation: lecture et écriture électroniques. Réseaux, n. 116, 2002. p. 199-225.
BOLSONARO ameaça cortar entrevistas se mídia não publicar dado distorcido. UOL, 25 ago. 2019. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimasnoticias/2019/08/25/bolsonaro-condiciona-entrevistas-a-publicacao-desuposta-denuncia.htm . Acesso em 27 ago. 2019.
BARROS, Diana Luz Pessoa de. Estudos discursivos da intolerância: o ator da enunciação excessiva. Cadernos de Estudos Linguísticos, n. 58, v. 1, 2016. p. 7-24.
BRASIL. Base nacional comum curricular: educação infantil e ensino fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017.
BRASIL. Base nacional comum curricular: ensino médio. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2018.
FIORIN, José Luiz. Figuras de retórica. São Paulo: Contexto, 2014.
FONTANILLE, Jacques. Médias, régimes de croyance et formes de vie. In: OLIVEIRA, Ana Cláudia (org.). As interações sensíveis: ensaios de sociossemiótica a partir da obra de Eric Landowski. São Paulo: Estação das Letras, 2013. p. 131-156.
GENESINI, Sílvio. A pós-verdade é uma notícia falsa. Revista USP, n. 116. São Paulo, 2018. p. 45-58.
GREIMAS, Algirdas Julien. Da imperfeição. Trad. Ana Cláudia Oliveira. São Paulo: Hacker, 2002.
GREIMAS, Algirdas Julien. Pour une sémiotique didactique. Le Bulletin. Groupe de Recherches Sémio-Linguistiques (EHESS). Institut de la Langue Française (CNRS), n. 7, 1979. p. 3-8.
HJELMSLEV, Louis. Prolegômenos a uma Teoria da Linguagem. Trad. J. Teixeira Coelho Netto. São Paulo: Perspectiva, 2013 [1943].
LANDOWSKI, Eric. Regimes de sentido e formas de educação. EntreLetras, v. 7, n. 2. Araguaína, 2016. p. 8-14.
LANDOWSKI, Eric. O olhar comprometido. Galáxia, n. 2. São Paulo, 2001. p. 19-56.
LINDNER, Julia. Bolsonaro ataca a imprensa e diz que jornal ‘vai fechar’. O Estado de São Paulo, 22 ago. 2019. Disponível em: https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,bolsonaro-ataca-a-imprensa-ediz-que-jornal-vai-fechar,70002978111 . Acesso em 29 ago. 2019.
MEDEIROS, Armando. Os perigos da indiferença à verdade. Revista Uno, n. 27, 2017. p. 23-25.
ORLANDI, Eni Puccinelli. Autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Campinas, SP, 2012.
ROJO, Roxane. Gêneros discursivos do Círculo de Bakhtin e multiletramentos. In: ROJO, Roxane. (org.). Escol@ conectada: os letramentos e as TICs. São Paulo: Parábola, 2013, p. 13-36.
SALAS, Paula. Cuidado com a fábrica de mentiras. Nova Escola, n. 312. 02 mai. 2018.
SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de linguística geral. Trad. A. Chelini; J. P. Paes e I. Blikstein. São Paulo: Cultrix, 2006. [Cours de linguistique générale. Charles Bally e Albert Sechehaye (orgs.), com a colaboração de Albert Riedlinger, [1916].
SOARES, Magda Becker. A escolarização da literatura infantil e juvenil. In: EVANGELISTA, Aracy Alves Martins; BRANDÃO, Helena Maria Brina; MACHADO, Maria Zélia Versiani (org.). Escolarização da leitura literária. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.
ZARZALEJOS, José Antonio. Comunicação, jornalismo e ‘fact-checking’. Revista Uno, n. 27, 2017. p. 11-13.
ZILBERBERG, Claude. Elementos de Semiótica Tensiva. Trad. Ivã Carlos Lopes, Luiz Tatit e Waldir Beividas. São Paulo: Ateliê Editorial, 2011 [2006].
Publicado
2019-12-23
Como Citar
Silva, L. H. (2019). Interações, leituras e sentidos em tempos de fake news: desafios para a formação de leitores no contexto escolar. Estudos Semióticos, 15(2), 31-45. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2019.161838