[1]
I. Domingues, “Não espere mamãe mandar: a publicidade disciplinar e a linguagem publicitária no Século XX”., Estud. semiót., vol. 12, nº 2, p. 58-66, dez. 2016.