Paradoxos do diagnóstico psicanalítico nos autismos

  • Angela Maria Resende Vorcaro Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Psicologia
Palavras-chave: autismo, psicanálise, nó borromeano

Resumo

Apresenta-se a constituição subjetiva tal como concebida por Freud e Lacan, por meio do desdobramento do nó borromea- no, na trama dos registros Real, Simbólico e Imaginário. As duas primeiras posições de cruzamento dos registros são detalhados para apresentar uma hipótese do atamento de tais registros nos autismos. Conclui-se apontando bases das operações clínicas do tratamento do autismo com os conceitos de construção e de ato em psicanálise. 

      

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-12-17
Como Citar
Vorcaro, A. M. (2016). Paradoxos do diagnóstico psicanalítico nos autismos. Estilos Da Clinica, 21(3), 736-755. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v21i3p736-755
Seção
Fundamentos