O professor do fim do ensino fundamental i perante alunos com dificuldades de aprendizagem: questões psíquicas e mecanismos de defesa

  • Catherine Luce Universidade Paris Descartes. Faculdade de Ciências Humanas e Sociais. Laboratório Educação, Discurso e Aprendizagens (EDA)
Palavras-chave: professores do fim do Ensino Fundamental I, alunos com dificuldades de aprendizagem, abordagem clínica, conflitos psíquicos, mecanismos de defesa

Resumo

Este artigo visa apresentar tensões e questões psíquicas ligadas à confrontação do professor do fim do Ensino Fundamental I com alunos com dificuldade de aprendizagem e com “necessidades educativas especiais”, de acordo com as normas institucionais. Esse profissional realiza seu trabalho no colégio em um entre-deux. Foi escolhido um método de pesquisa clínico de orientação psicanalítica. Ele permite apreender os movimentos psíquicos conscientes e inconscientes mobilizados na “personalidade profissional” e a relação específica estabelecida entre o professor de 5º ano e tais alunos ditos com necessidades especiais. A análise de entrevistas clínicas de pesquisa conduzidas com professores na França e em países francófonos valoriza modos de defesa específicos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Catherine Luce, Universidade Paris Descartes. Faculdade de Ciências Humanas e Sociais. Laboratório Educação, Discurso e Aprendizagens (EDA)
Psicóloga. Doutora em Ciências da Educação. Membro associado do Laboratório Educação, Discurso e Aprendizagens (EDA) da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Paris Descartes, Paris, França
Publicado
2016-12-17
Como Citar
Luce, C. (2016). O professor do fim do ensino fundamental i perante alunos com dificuldades de aprendizagem: questões psíquicas e mecanismos de defesa. Estilos Da Clinica, 21(3), 671-690. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v21i3p671-690
Seção
Artigos