O segredo na clínica da ambiguidade genital: um estudo de caso

  • Karolline Hélcias Pacheco Acácio Centro Universitário Tiradentes, Maceió, AL
  • Susane Vasconcelos Zanotti Universidade Federal de Alagoas
  • Isabella Lopes Monlleó Universidade Federal de Alagoas. Hospital Universitário Professor Alberto Antunes
Palavras-chave: segredo, ambiguidade genital, pais, psicanálise

Resumo

O artigo apresenta o estatuto do segredo familiar como forma de enfrentamento ao diagnóstico de ambiguidade genital de uma criança. O estudo de caso, realizado a partir da escuta clínica de base psicanalítica, evidenciou a experiência destes pais frente a condição da ambiguidade genital, de forma particular e única. Destaca-se o modo como cada um tenta assimilar o real desta condição genética a partir de um segredo familiar estabelecido entre os pais e o irmão mais velho do paciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karolline Hélcias Pacheco Acácio, Centro Universitário Tiradentes, Maceió, AL

Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Alagoas. Professora adjunta do Centro Universitário Tiradentes, Maceió, AL, Brasil.

Susane Vasconcelos Zanotti, Universidade Federal de Alagoas

Psicanalista. Professora do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal de Alagoas, Maceió, AL, Brasil.

Isabella Lopes Monlleó, Universidade Federal de Alagoas. Hospital Universitário Professor Alberto Antunes

Médica geneticista. Professora da Faculdade de Medicina e médica do Serviço de Genética Clínica do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes da Universidade Federal de Alagoas, Maceió, AL, Brasil.

Publicado
2018-08-31
Como Citar
Acácio, K., Zanotti, S., & Monlleó, I. (2018). O segredo na clínica da ambiguidade genital: um estudo de caso. Estilos Da Clinica, 23(2), 306-321. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v23i2p306-321