Os impasses do feminino e os possíveis entrelaçamentos com a maternidade

  • Lina Cavalcante Universidade de Fortaleza e Fórum do Campo Lacaniano de Fortaleza
  • Débora Passos de Oliveira Universidade de Fortaleza
Palavras-chave: psicanálise, feminino, maternidade

Resumo

Mesmo diante de mudanças culturais e conquistas de direitos para as mulheres, ouve-se, no senso comum, que a mulher só se completa ao ser mãe. Partindo desta premissa, a pesquisa aborda os impasses entre a maternidade e o feminino, ancorando-se nas teorias psicanalíticas de Freud e de Lacan, e trabalha a possibilidade de a maternidade poder representar uma posição fálica. Assim, ela não teria como dar conta das feminilidades. Quais os encontros e desencontros nessa relação entre ser mãe e ser mulher? Além da psicanálise, está presente a poesia de Francisco Buarque de Hollanda, conhecido por seus eus líricos femininos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lina Cavalcante, Universidade de Fortaleza e Fórum do Campo Lacaniano de Fortaleza

Psicanalista. Graduanda em Psicologia pela Universidade de Fortaleza. Especialista em Semiótica Aplicada à Literatura pela Universidade Estadual do Ceará (Uece). Membro do Fórum do Campo Lacaniano de Fortaleza, Fortaleza, CE, Brasil.

Débora Passos de Oliveira, Universidade de Fortaleza

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFCE). Professora do Curso de Psicologia da Universidade de Fortaleza (Unifor), Fortaleza, CE, Brasil.

Publicado
2018-12-31
Como Citar
Cavalcante, L., & de Oliveira, D. (2018). Os impasses do feminino e os possíveis entrelaçamentos com a maternidade. Estilos Da Clinica, 23(3), 503-522. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v23i3p503-522