Análise de adolescentes: imersões clínicas no reino da elasticidade da técnica

Palavras-chave: identificação com o agressor, abuso sexual, adolescente, elasticidade da técnica, contratransferência

Resumo

O artigo apresenta uma trajetória de descoberta da riqueza das ideias ferenczianas: partindo de uma questão de manejo técnico da “identificação com o agressor” na clínica com crianças vítimas de abuso sexual, a autora se deparou com as visionárias ideias de Sándor Ferenczi em prol de uma flexibilidade na técnica analítica, com a finalidade de driblar a resistência de alguns pacientes ao método analítico ortodoxo. Tal proposta, mesmo não tendo sido estudada ou seguida pelas instituições psicanalíticas, serve, perfeitamente, para descrever o manejo da técnica analítica com adolescentes na contemporaneidade – tanto na renúncia à estrita observância da regra fundamental da associação livre, quanto na necessária disponibilidade do analista para conviver seja com o silêncio como modo de resistência do paciente, seja com suas atuações (acting out). Ao estímulo dado por Ferenczi aos analistas para prestarem atenção à força da resistência dos clientes e aos sentimentos mobilizados pela contratransferência, podem somar-se as prescrições acerca da confiança na franqueza e na sinceridade do analista diante das atitudes desconfiadas e antipáticas do paciente – recomendações que se encaixam, como uma luva, no campo minado em que se constitui o setting analítico com adolescentes, conforme será ilustrado por fragmentos de um caso clínico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cassandra Pereira França, Universidade Federal de Minas Gerais
Professora doutora do corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFMG, desenvolvendo pesquisas sobre violência sexual infantojuvenil e temas ligados à teoria e clínica psicanalítica. Membro da ANPEPP (GT: Psicanálise e Clínica Ampliada) Membro da Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental. Possui Doutorado e Pós-doutorado em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É professora Associada da Universidade Federal de Minas Gerais, atuando como docente de graduação e pós-graduação do Departamento de Psicologia (setor de Psicanálise). Coordenadora do Curso de Especialização em Teoria Psicanalítica da UFMG. Coordenadora do Projeto CAVAS/UFMG (Projeto de Pesquisa e Extensão com crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual). Autora dos livros: "Ejaculação precoce e disfunção erétil: uma abordagem psicanalítica" ( Casa do Psicólogo: 2001, 2004) e "Disfunções sexuais" (Casa do Psicólogo: 2006, 2013). Organizadora dos livros: "Perversão: variações clínicas em torno de uma nota só" (2005), "Estilos do xadrez psicanalítico: a técnica em questão" (Imago:2006) "Perversão: as engrenagens da violência sexual infanto-juvenil" (2010) e Tramas da Perversão: a violência sexual intrafamiliar (2014).

Referências

Cassorla, R. M. S. (1997). No emaranhado de identificações projetivas cruzadas com adolescentes e seus pais. Revista Brasileira de Psicanálise, 31 (3), 639-676.
Cintra, E. M. U. (2006). Adolescência prolongada. In M. R. Cardoso (Org.), Adolescentes (pp. 46-61). São Paulo: Ed. Escuta.
Ferenczi, S. (2011). A técnica psicanalítica. In S. Ferenczi, Obras Completas: Psicanálise II. (Álvaro Cabral, 2ª ed., Vol. 2, pp. 407-419) São Paulo: Editora WMF Martins Fontes. (Trabalho originalmente publicado em 1918).
Ferenczi, S. (2011) Elasticidade da técnica psicanalítica. In S. Ferenczi, Obras Completas: Psicanálise IV. (Álvaro Cabral, 2ª ed., Vol. 4, pp. 29-42) São Paulo: Editora WMF Martins Fontes. (Trabalho originalmente publicado em 1927-28).
Ferenczi, S. (2011) A criança mal acolhida e sua pulsão de morte. In S. Ferenczi, Obras Completas: Psicanálise IV. (Álvaro Cabral, 2ª ed., Vol. 4, pp. 55-60) São Paulo: Editora WMF Martins Fontes. (Trabalho originalmente publicado em 1929).
França, C. P. (2000). Ele não quer? Nem eu! Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, 3 (43), 146-152.
França, C. P. & Matos, D. P. (2014). O non sense de algumas mães: ressonâncias das ansiedades arcaicas. In C. P. França (org.), Tramas da perversão: a violência sexual intrafamiliar (pp. 179-190). São Paulo: Ed. Escuta.
Freud, S. (1980). Luto e melancolia. In S. Freud, Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (J. Salomão, trad., 1ª Ed., Vol. 14, pp. 245-263). Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho originalmente publicado em 1917).
Freud, S. (1980). Conferência XXXIV: Explicações, Aplicações e Orientações. In S. Freud, Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (J. Salomão, trad., 1ª Ed., Vol. 22, pp. 135-154). Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho originalmente publicado em 1932).
Fuks, B. (1992) Uma ferida narcísica: as instituições psicanalíticas e suas formações sintomáticas. In Comaru, M. & Maya, M. C. (org.), Neurose Obsessiva (pp. 25-48). Rio de Janeiro: Letter.
Kahtuni, H. C. & Sanches, G. P. (2009). Dicionário do pensamento de Sándor Ferenczi: uma contribuição à clínica psicanalítica contemporânea. Rio de Janeiro: Elsevier; São Paulo: FAPESP.
Kuppermann, D. (1999). Da institucionalização do mal-estar ao mau humor instituído. Revista Psychê, 3 (3), 49-62.
Kuppermann, D. (2009). Princípios para uma ética do cuidado. In Coleção Memória da Psicanálise: Sándor Fereczi, 3, 44-51.
Mendes, A. P. N. & França, C. P. (2010). Adolescência: violência sexual e identificação com o agressor. In C. P. França (Org.), Perversão: as engrenagens da violência sexual infanto-juvenil (pp. 175-182). Rio de Janeiro: Imago Editora.
Minerbo, M. (2006). Espaço e objetos transicionais na análise de adolescentes borderline. In M. R. Cardoso (Org.), Adolescentes (pp. 89-107). São Paulo: Ed. Escuta.
Oliveira, P. & Bocchi, J. (2009). O retorno de Ferenczi. In Coleção Memória da Psicanálise: Sándor Ferenczi, 3, 16-21.
Pinheiro, T. (2001). Narcisismo, sexualidade e morte. In M. R. Cardoso (Org.), Adolescência: reflexões psicanalíticas (pp. 69-79). Rio de Janeiro: FAPERJ/NAU.
Prado, A. (2015). Ensinamento. In A. Prado, Poesia reunida (p. 87). São Paulo: Siciliano.
Publicado
2019-08-30
Como Citar
França, C. (2019). Análise de adolescentes: imersões clínicas no reino da elasticidade da técnica. Estilos Da Clinica, 24(2), 217-230. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v24i2p217-230