Quando não há mais espaço - um estudo sobre a fratria das crianças autistas

  • Gabriela Xavier de Araujo Université Paris 7
Palavras-chave: fratria, autismo, desenvolvimento, psicanálise

Resumo

Este artigo apresenta as primeiras conclusões de um estudo realizado com irmãos de crianças autistas. O objetivo desse estudo é a detecção de possíveis dificuldades no processo de desenvolvimento de tais crianças. Sabendo que um sujeito se constrói através da relação pulsional que ele estabelece com o Outro(a) e que no autismo essa relação não ocorre, supõe-se que na fratria, possam ocorrer entraves para a instalação deste laço.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-06-01
Como Citar
Araujo, G. (2010). Quando não há mais espaço - um estudo sobre a fratria das crianças autistas. Estilos Da Clinica, 15(1), 126-143. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v15i1p126-143