Genealogia do conceito de transferência na obra de Freud

  • Geselda Baratto Universidade Regional de Blumenau; Departamento de Psicologia
Palavras-chave: transferência, desejo, inconsciente, sonho

Resumo

Neste artigo abordamos o percurso histórico de construção do conceito de transferência em Freud, estabelecendo a sua genealogia a partir da obra A interpretação dos sonhos (Freud, 1900/1980), investigando a sua origem e desenvolvimentos subsequentes. Originariamente o termo transferência é empregado no plural para descrever a atualização do desejo inconsciente através de sua transformação, transporte e transcrição para representantes substitutos, designando, de forma geral, as formações do inconsciente. Ao longo deste artigo teceremos argumentações procurando demonstrar que a transferência, no sentido geral descrito na obra sobre os sonhos e posteriormente concebida como motor da análise, põe em cena uma só e mesma estrutura: a atualização do desejo inconsciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-06-01
Como Citar
Baratto, G. (2010). Genealogia do conceito de transferência na obra de Freud. Estilos Da Clinica, 15(1), 228-247. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v15i1p228-247