O estádio do espelho em Educação Física: localizar o traço pulsional nas perguntas de um aluno para um estudo de caso

  • Yves-Félix Montagne Université de Franche-Comté
  • Guilherme Fernandes
Palavras-chave: Educação física, Psicanálise, Estádio do espelho, Corpo

Resumo

Tradução: Guilherme Fernandes. A partir do campo conceitual da psicanálise, este trabalho clínico aborda o fato de, em Educação Física, o aluno exibir o corpo e experimentar sensações corporais não habituais durante exercícios de motricidade, ao mesmo tempo em que o professor comenta este corpo, o que pode levar certos alunos a viver um momento estruturante, assimilável ao estádio do espelho. Partindo deste postulado, pode-se entrever uma nova percepção do laço palavra-olhar-corpo em Educação Física e considerar certas perguntas feitas ao professor como pedidos, manifestando um desejo de estruturação subjetiva do sujeito. O estudo de caso de um aluno observado sobre patins oferece material clínico a esta hipótese. Algumas pistas de intervenção profissional em Educação Física

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yves-Félix Montagne, Université de Franche-Comté
Maitre de conférences em Ciências da Educação pela Unité de Promotion, Formation et de Recherche des Sports (UPFR Sports), Université de Franche-Comté
Guilherme Fernandes
Tradutor
Publicado
2014-12-21
Como Citar
Montagne, Y.-F., & Fernandes, G. (2014). O estádio do espelho em Educação Física: localizar o traço pulsional nas perguntas de um aluno para um estudo de caso. Estilos Da Clinica, 19(3), 482-498. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v19i3p482-498