1.
Paolo A, Barros C. Considerações acerca do brincar e do estatuto da fantasia a partir de proposições teóricas que baseiam a pesquisa IRDI. Estilos Clín. (Online) [Internet]. 1jun.2010 [citado 8dez.2019];15(1):178-93. Available from: http://www.revistas.usp.br/estic/article/view/46085