Presença travesti e mediação sociocultural nos palcos brasileiros: uma periodização histórica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/extraprensa2018.144077

Palavras-chave:

Gênero, Transgeneridade, Travestis, Mediação, Artes Cênicas

Resumo

Os palcos brasileiros testemunharam diferentes momentos da trajetória cultural da transgeneridade. Com foco em artistas travestis do passado e do presente, este ensaio coloca em perspectiva a histórica relação entre transgeneridade e artes cênicas. Desenvolve uma periodização histórica para a presença travesti nos palcos brasileiros, e ao fazer isso discute o papel que artistas travestis podem desempenhar como mediadoras socioculturais no processo de aceitação social da transgeneridade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emerson Silva Meneses, Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo, EACH/USP

Mestrando em Textil e Moda pela EACH/USP. Possui graduação em Administração pela FEI (1996) e pós-graduação lato sensu em Criação de Imagem e Styling de Moda (Centro Universitário Senac, 2016). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Teatro.

Referências

ABOUDRAR, Bruno Nassim; MAIRESSE, Françoise. La médiation culturelle. Paris: Presses Universitaires de France, 2016.

ANDERSON, Perry. Internationalism: a breviary. New Left Review, vol.2, n.14, p.5-25, 2002.

BARREIROS, Edmundo; SÓ, Pedro. 1985: o ano em que o Brasil recomeçou. São Paulo: Ediouro, 2005.

CAMPOS, Carlos Eduardo Costa; CANDIDO, Maria Regina. (2013). Dossiê periodização histórica: debates e questionamentos. Nearco Revista Eletrônica de Antiguidade, vol.6, n.1, p. 7-12, 2013.

DELGADO, Pedro Omar Lacerda. Moldar a carne: a queerização do corpo no teatro de João Carlos Castanha. Dissertação de Mestrado (Artes Cênicas), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2013.

FERRAZ, Ana. O feminino mora aqui. Carta Capital, 01/11/2016. Disponível em https://www.cartacapital.com.br/revista/924/o-feminino-mora-aqui (acesso em 14 jul 2017).

GARCIA, Marcos Roberto Vieira. O Cuidado do Corpo entre Travestis de Baixa Renda. Sexualidades: uma série monográfica sobre sexualidades latino-americanas e caribenhas, nº 2, 2007. Disponível em http://www.usp.br/nepaidsabia/images/BIBLIOTECA/PDF/artigos/o%20cuidado%20do%20corpo.pdf (acesso em 15 jul 2017).

JAMESON, Fredric. A singular modernity: essay on the ontology of the present. New York: Verso, 2002.

JAYO, Martin; MENDES, Silma Ramos Coimbra; RODRIGUES, Andrea Leite. De oprimido a bom vivant: trajetória do administrador brasileiro segundo a publicidade. Revista Psicologia Política, São Paulo, vol.15 n.24, p.617-645, 2015.

KULICK, Don. Travesti: sex, gender and culture among Brazilian transgendered Prostitutes. Chicago: The University of Chicago Press, 1998.

LANZ, Letícia. O corpo da roupa. São Paulo: Editora Transgente, 2015.

LION, Antonio Ricardo Calori de. É fogo na jaca: performance drag queen no teatro de revista dos anos 1950. Anais do XXIII Encontro Estadual de História, São Paulo, 2016.

__________. Ivaná: a grande dúvida no teatro de revista dos anos 1950. Albuquerque: Revista de História, vol. 7, n. 14, p. 102-120, 2015

NUNES, Diego. Cá e Lá: o intercâmbio cinematográfico entre Brasil e Portugal. São Paulo: Editora Matarazzo, 2015.

PASCHOAL, Marcio. Rogéria: uma mulher e mais um pouco. Rio de Janeiro: Estação Brasil, 2016.

PRADO, Décio de Almeida. História concisa do teatro brasileiro. São Paulo: EDUSP, 1999.

PRECIADO, Beatriz. Manifesto contrassexual: práticas subversivas de identidade sexual. São Paulo: N-1 Edições, 2014.

RAMOS, Carlos Henrique. Um mito que volta. IstoÉ Gente, São Paulo, n.54, 2000. Disponível em https://www.terra.com.br/istoegente/54/reportagem/rep_mito.htm (acesso em 21 ago 2017).

RODRIGUES, Rita de Cássia Colaço. Artes de acontecer: viados e travestis na cidade do Rio de Janeiro, do século XIX a 1980. Revista Esboços, Florianópolis, v.23 n.35, p.90-116, 2016.

SILVA JUNIOR, Aureliano Lopes da. Para uma história dos concursos de beleza trans: a criação de memórias e tradição para um certame voltado para travestis e mulheres transexuais. Cadernos Pagu, Campinas, vol.50, e170515, 2017.

SIMÕES, Julio Assis; FACCHINI, Regina. Na trilha do arco-iris: do movimento homossexual ao LGBT. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2009.

TREVISAN, João Silvério. Devassos no paraíso: a homossexualidade no Brasil, da colônia à atualidade. Rio de Janeiro: Record, 2000.

WONDER, Claudia. Olhares de Claudia Wonder. São Paulo: Edições GLS, 2008.

Downloads

Publicado

2018-08-31

Como Citar

Jayo, M., & Meneses, E. S. (2018). Presença travesti e mediação sociocultural nos palcos brasileiros: uma periodização histórica. Revista Extraprensa, 11(2), 158-174. https://doi.org/10.11606/extraprensa2018.144077