A performance de Regina José Galindo: luta e resistência na América Latina

Autores

  • Cláudia Fazzolari Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação, CELACC/ECA/USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/extraprensa2018.145508

Palavras-chave:

Violência, Regina José Galindo, Performance, Política

Resumo

Regina José Galindo, artista guatemalteca, tem orientado suas performances à proposição de zonas de conflito na mais recente memória política de seu país. Em sua errância caribenha, recupera no próprio corpo, a carga explosiva de situações que, pouco a pouco, contaminam todo o público. O contexto de La Verdad, projeto artístico resultante da anulação da sentença condenatória de Efrain Ríos Montt, pode ser compreendido como moção de repúdio da artista e gesto consciente de penalização. Para a performance, a criadora aciona, em um intervalo de quase hora e meia, a leitura dos testemunhos de mulheres sobreviventes do conflito armado vivido na Guatemala. Com dificuldade crescente, em virtude de anestésico aplicado em sua boca, entre pausas, Galindo descortina, página após página, um documento que contém  os registros dos crimes praticados por ordem do ditador Ríos Montt. Com sua ação reelabora assim os atos de horror impostos às mulheres da etnia Ixil propondo uma revisão do trauma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia Fazzolari, Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação, CELACC/ECA/USP

Possui Habilitação em Artes Plásticas pela Universidade Estadual Paulista UNESP (1989), mestrado em Artes pela Universidade Estadual Paulista UNESP (1995) e doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo USP (2000). Pós-doutora em Teoria e Crítica de Arte pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Professora do Curso de Especialização em Gestão de Projetos Culturais do Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação, CELACC, ECA/USP. É Secretária Geral da ABCA, Associação Brasileira de Críticos de Arte e membro da AICA, Associação Internacional de Críticos de Arte. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Teoria, Fundamentos e Crítica de Arte, atuando principalmente nos seguintes temas: arte contemporânea, crítica de arte, curadoria, poéticas visuais de mulheres artistas.

Referências

Livros

LEO, Jana. El viaje sin distancia. Perversiones del tiempo, el espacio y el dinero ante el límite en la cultura contemporánea. Murcia: Editorial CENDEAC, 2006.

MIGNOLO, Walter. Desobediencia epistémica: retórica de la modernidad, lógica de la colonialidad y gramática de la descolonialidad. Buenos Aires: Del Signo, 2014.

PISANI, Ida (org) Regina José Galindo. Milão: Silvana Editoriale, 2011.

Capítulos de livros

MIGNOLO, Walter. Desobediência epistémica: a opção descolonial e o significado de identidade em política. En Cadernos de Letras da UFF. Dossiê Literatura, Língua e Identidade, pp. 287-324. Niterói: Universidade Federal Fluminense, 2008.

QUIJANO, Anibal. Colonialidade do Poder, Eurocentrismo e América Latina. En La colonialidad del saber: eurocentrismo y ciencias sociales. Perspectivas Latinoamericanas. Buenos Aires: CLACSO, Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales, 2005.

______ Colonialidade, poder, globalização e democracia. En Revista Novos Rumos. Ano 17, 37. Marília: Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” UNESP, 2002.

Revistas

AIZPURU, Margarita. Performanceras: mujer, arte y acción, una aproximación in ZEHAR. Performance. Donostia, San Sebastián: Arteleku, 65, 2009, pp. 28-37.

FAZZOLARI, Claudia. O registro de realidades alteradas e a performance em Regina José Galindo in Croma. Estudos Artísticos. Lisboa: Editora Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, 4, 2014, pp. 194-201.

MARGEM ESQUERDA. São Paulo: Boitempo, no. 29, setembro de 2017. 159 p.

Fontes eletrônicas

Genocídio en Guatemala: Ríos Montt culpable. In: FIDH. Federación Internacional de Derechos Humanos. Informe Guatemala, julio 2013, no. 613e. ISSN 2225-1812. https://www.fidh.org/IMG/pdf/informe_guatemala613esp2013.pdf

Herkenhoff, P. Virginia Pérez-Ratton y Centroamérica: arte, pensamiento y propuesta in I STMO Revista virtual de estudios literarios y culturales centroamericanos. Artículos y Ensayos, en http://istmo.denison.edu/n22/articulos/01_herkenhoff_paulo_form.pdf, no. 22, ene-jun, 2011.

Quijano, Anibal. Colonialidad del poder, cultura y conocimiento en América Latina. In: Ecuador Debate. Descentralización: entre lo global y lo local. Quito: CAAP, no. 44, 1998, pp. 227-238.

http://repositorio.flacsoandes.edu.ec/bitstream/10469/6042/1/RFLACSO-ED44-17-Quijano.pdf

La Verdad, Regina José Galindo, Cuidad de Guatemala, 21 de novembro de 2013. https://www.youtube.com/watch?v=aNMjcPVgXZM

Downloads

Publicado

2018-08-31

Como Citar

Fazzolari, C. (2018). A performance de Regina José Galindo: luta e resistência na América Latina. Revista Extraprensa, 11(2), 58-68. https://doi.org/10.11606/extraprensa2018.145508