Acesso aos dados do Facebook e o jornalismo independente na América Latina

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/extraprensa2018.147960

Palavras-chave:

Facebook, Dados, Jornalismo independente, Transparência, América Latina

Resumo

Compreender o acesso aos dados das mídias sociais é de extrema relevância, principalmente quando um dos maiores serviços de mídia social, o Facebook, altera constantemente suas APIs (Application Programming Interface), a Interface de Programação de Aplicativos que permite a extração de dados da plataforma. Este estudo mostra os desafios e dificuldades de ter acesso aos dados para explorar o alcance das conexões e associações nas páginas de iniciativas de jornalismo digital na América Latina. Para esta verificação, pretendeu-se realizar a mineração de dados no Facebook em três veículos independentes latino-americanos - Jota (Brasil), Canal Meio (Brasil) e Nómada (Guatemala) - a partir de três ferramentas: o Netvizz, aplicativo locado no Facebook para extração de dados; o software livre Gephi para gerar gráficos e análises de rede; e o aplicativo pago Social Monitor, que monitora o engajamento nas redes sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Osvald Ramos, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

Professora e pesquisadora no Departamento de Comunicações e Artes da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação (PPGCOM). Pesquisadora associada ao Núcleo de Estudos da Violência (NEV-USP). É integrante dos grupos de pesquisa: COM+ (ECA-USP) e Semiótica da Comunicação.

Egle Müller Spinelli, Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM-SP)

Doutora em Ciências da Comunicação (ECA-USP). Professora e pesquisadora do curso de Jornalismo e do Mestrado Profissional em Produção Jornalística e Mercado (MPPJM-ESPM/SP). É integrante dos grupos de pesquisa: COM+ (ECA-USP); Lógicas e Modelos de Gestão em Jornalismo (ESPM-SP); e Jornalismo Popular e Alternativo (ECA-USP).

Mário Alberto Pires de Arruda, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS

Doutorando no Programa de Comunicação e Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Membro do Grupo  de Pesquisa Semiótica e Culturas da Comunicação (GPESC).

Referências

ALVES, Marcelo. Abordagens da coleta de dados nas mídias sociais. In: SILVA, Tarcízio; STABILE, Max (Orgs.). Monitoramento e pesquisa em mídias sociais: metodologias, aplicações e inovações. São Paulo: Uva Limão, 2016.

ARRUDA, Mario. Ecologia da bolha algorítmica: Liberdade e controle nas redes de comunicação online. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2018.

AVISO importante! Facebook muda API para visualização de informações dos usuários. Buzzmonitor, 16 fev. 2018. Disponível em: <https://bit.ly/2BCKPHp>. Acesso em: 20 abr. 2018.

CONSTINE. Josh. Facebook restricts APIs, axes old Instagram platform amidst scandals. Techcrunch, 04 abr. 2018. Disponível em: <https://techcrunch.com/2018/04/04/facebook-instagram-api-shut-down/>. Acesso em: 20 abr. 2018.

FRAGOSO, Suely; RECUERO, Raquel; AMARAL, Adriana. Métodos de pesquisa para internet. Porto Alegre: Editora Sulina, 2011.

O´NEIL, Cathy. Weapons of math destruction. How big data increases inequality and threatens democracy. New York: Broadway Books, 2016.

POULPIQUET, Pierre de. What is a Walled Garden? And why it is the strategy of Google, Facebook and Amazon Ads platform?. Medium, 03 nov. 2017. Disponível em: <https://bit.ly/2IOcXYL>. Acesso em: 19 maio 2018.

RECUERO, Raquel; BASTOS, Marco; ZAGO, Gabriela. Análise de Redes para Mídia Social. Editora Sulina, Porto Alegre, 2015.

RECUERO, Raquel. Contribuições da Análise de Redes Sociais para o Estudo das Redes Sociais na Internet: O caso da hashtag #Tamojuntodilma e #CalaabocaDilma. Revista Fronteiras (Online), v. 16, p.1, 2014. Disponível em: <https://bit.ly/2LnGDhe>. Acesso em: 20 abr. 2018.

Downloads

Publicado

2018-08-31

Como Citar

Ramos, D. O., Spinelli, E. M., & Arruda, M. A. P. de. (2018). Acesso aos dados do Facebook e o jornalismo independente na América Latina. Revista Extraprensa, 11(2), 23-38. https://doi.org/10.11606/extraprensa2018.147960