Crises através dos tempos

um discurso crítico de Ernesto Sábato

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/extraprensa2020.169413

Palavras-chave:

Crítica de arte, Arte, Interrelações Sociais, Crise Ocidental, Fundação Bienal de São Paulo

Resumo

O objeto desta análise é compreender o papel da crítica de arte, na visão de Ernesto Sábato, ao elencar sua contribuição ao Simpósio da I Bienal Latino-Americana de 1978. Evidenciamos sua concepção de mundo, ao comparar a vida baseada na idolatria da técnica e na exploração pelo homem. Consideramos as variabilidades ético-morais e a atualidade de seu pensamento, voltada ao questionamento psicossomático do homem, sua eterna busca e transcendência, diante de crises sociopolíticas e morais. Avaliamos seu discurso crítico, os processos míticos evidenciados nas reflexões dialéticas sobre a arte e a identidade dos diversos movimentos filosóficos narrados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Fatio, Universidade de São Paulo

Pós-Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação Integração da América Latina (Prolam) da Escola de Comunicação e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP). Doutora em Ciências pelo Prolam/USP (2012), com ênfase em crítica e produção cultural.

Referências

KOSIK, Karel. Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976, 128 p. Disponível em: https://bit.ly/3hXpgUE. Acesso em: 17 jun. 2020.

LIVRO: simpósio v. 1. Fundação Bienal de São Paulo, São Paulo, 1978. Disponível em: https://bit.ly/2B3ySwv. Acesso em: 10 jun. 2020.

MASCARO, Alysson. Crise e pandemia. São Paulo: Boitempo, 2020.

SÁBATO, Ernesto. Hombres y engrenajens. Madrid: Alianza Editorial, 1951. Disponível em: https://bit.ly/3fUTrtN. Acesso em: 29 maio 2020.

Downloads

Publicado

2020-07-20

Como Citar

Fatio, C. (2020). Crises através dos tempos: um discurso crítico de Ernesto Sábato. Revista Extraprensa, 13(2), 109-122. https://doi.org/10.11606/extraprensa2020.169413