Da integração fronteiriça à integração regional: o caso da tríplice fronteira Colômbia, Brasil e Peru

  • Edgar Andrés Londoño Niño Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Palavras-chave: Integração fronteiriça, Tríplice Fronteira, Zonas de Integração Fronteiriça, Organização do Tratado de Cooperação Amazônica

Resumo

Este artigo propõe destacar o caso da Tríplice Fronteira Colômbia, Brasil e Peru como espaço de integração em um nível fronteiriço e que pode ser um caminho para a integração regional. Isto significa também realçar a necessidade de interligar os processos existentes oficiais em um nível bilateral e multilateral com as realidades e necessidades da população.

Primeiro, far-se-á uma referencia ao espaço da Tríplice Fronteira a partir do entendimento de espaço geográfico como região. Depois da referencia ao caso, há uma breve conceituação de fronteira e integração para, finalmente, falar de dos espaços existentes de integração dos Estados.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edgar Andrés Londoño Niño, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Possui graduação em Ciência política - Universidad Nacional de Colombia (2010) e é mestrando em Relações Internacionais na Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho".
Publicado
2012-06-30
Como Citar
Londoño Niño, E. (2012). Da integração fronteiriça à integração regional: o caso da tríplice fronteira Colômbia, Brasil e Peru. Revista Extraprensa, 5(2), 130-139. https://doi.org/10.11606/extraprensa2012.77256