Portal da USP Portal da USP Portal da USP

A filosofia crítica de Foucault: uma recusa do transcendental?

Carolina de Souza Noto

Resumo


O presente artigo pretende defender que, em Foucault, há uma filosofia crítica que não pode ser compreendida exatamente nos mesmos termos que a filosofia crítica de Kant. Apesar de a filosofia crítica de Foucault investigar as condições de possibilidades de um saber, tais condições não são condições transcendentais de possibilidade, assim como em Kant. O interesse crítico de Foucault não é pelas condições subjetivas universais que possibilitam, em geral, o conhecimento verdadeiro, mas pelas condições singulares ou históricas que fazem com que, numa determinada época, um campo de saber possa existir. Nesse sentido, pode-se mesmo dizer que a filosofia crítica de Foucault consiste numa inversão da filosofia crítica de Kant.

Palavras-chave


filosofia crítica; transcendental; Foucault; Kant.

Texto completo:

PDF

Referências


FOUCAULT, M. Dits et écrits vol.I e II. Paris: Gallimard, 2001.

____________. As palavras e as coisas. Tradução de Salma Tannus Muchail. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

____________. A arqueologia do saber. Tradução de Luiz Felipe Baeta Neves. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.

____________. “Introduction à l’Anthropologie”. In: KANT, I. Anthropologie d’un point de vue pragmatique. Paris: Vrin, 2008. (Gênese e estrutura da Antropologia de Kant. Tradução de Márcio Alves da Fonseca e Salma Tannus Michail. São Paulo: Loyola, 2011).

HAN, B. L’ ontologie manqué de Michel Foucault. Grenoble: Millon, 1998.

HÖFFE, O. Immanuel Kant. Tradução de Christian Viktor Hamm e Valerio Rohden. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

KANT, I. Antropologia de um ponto de vista pragmático. Tradução de Célia Aparecida Martins. São Paulo: Iluminuras, 2006.

______________. Crítica da Razão Pura. Tradução de Manuela Pinto dos Santos e Alexandre Fradique Morujão. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001.

LEBRUN, G. “Transgredir a finitude”. In: RIBEIRO, R. (org.). Recordar Foucault. São Paulo: Brasiliense, 1985.

VUILLEMIN, J. L’Héritage kantien et la révolution copernicienne: Fichte - Cohen - Heidegger. Paris: PUF, 1954.




DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v20i2p121-137

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADO POR:  International Philosophical Bibliography - Répertoire bibliographique de la philosophie; Latindex; The Philosopher's Index; Ulrich’s Periodicals Directory; REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico). ESTRATO A2 NO QUALIS DA CAPES.