Uma atualização da teoria política de Jean-Jacques Rousseau

  • Inara Luisa Marin Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, CEBRAP
Palavras-chave: amor de si, amor-próprio, piedade natural, intersubjetividade, reconhecimento.

Resumo

As páginas seguintes têm em vista mudar o foco da discussão política em Rousseau colocando-o sob conceitos como piedade, autopreservação, intersubjetividade e reconhecimento ao invés de outros como liberdade, vontade geral, soberania, leis e razão. De um ponto de vista interno às obras, esta leitura deve servir para realocar este último grupo de conceitos numa perspectiva diferente; de um ponto de vista externo, o primeiro grupo de conceitos pode nos permitir inferir novas relações com as noções de negatividade, crítica e intersubjetividade. Este recorte visa mostrar como os paradoxos levantados por Rousseau ainda são centrais para as discussões sobre política e teoria em nossos dias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Cassirer, E. (1997). A Questão Jean-Jacques Rousseau. São Paulo: Editora Unesp.

Goldschmidt, V. (1974). Antropologie et Politique: Les Principes du Système De Rousseau. Paris: Vrin.

Honneth, A. (1991). Critique of Power: Reflective Stages in a Critical Social Theory. Cambridge: MIT Press.

____________. (2001). Facetten des vorsozialen Selbst. Eine Erwiderung auf Joel Whitebook. PSYCHE. Zeitschrift für Psychoanalyse und ihre Anwendungen, 55, pp.790-802.

____________. (2003). Luta por Reconhecimento – A Gramática Moral dos Conflitos Sociais. São Paulo: Editora 34.

Rousseau, J-J. (1964). Œuvres Complètes, tome III - Du Contrat Social, Écrits Politiques. Collection Bibliothèque de la Pléiade. Paris : Gallimard.

____________. (1969). Lettre à Christophe de Beaumont. In : Oeuvres complètes, tome IV – Éducation – Moral - Botanique. Collection Bibliothèque de la Pléiade. Paris : Gallimard.

____________. (1982). Considerações Sobre o Governo da Polônia e sua Reforma Projetada. São Paulo: Editora Brasiliense.

____________. (1995). Discurso sobre a economia política. Tradução de Maria Constança Peres Pissarra. Petrópolis, Rio de Janeiro: Editora Vozes.

____________. (1998). “Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens”. In: Os Pensadores. Tradução de Lourdes Santos Machado. São Paulo: Editora Nova Cultural.

Salinas Fortes, L. R. (1997). O Paradoxo do Espetáculo: Política e Poética em Rousseau. São Paulo: Discurso Editorial.

____________. (1976). Rousseau: da Teoria à Prática. São Paulo: Ática.

Voltaire. (1971). «Lettre de Voltaire a Jean-Jacques Rousseau de 30/08/1755». In: Rousseau, J.J. Oeuvres Complètes, tome II. Paris: Éditions du Seuil

Whitebook, J. (2001). Wechselseitige Anerkennung und die Arbeit des Negativen. PSYCHE. Zeitschrift für Psychoanalyse und ihre Anwendungen, 55, pp.755-789.

Publicado
2017-11-01
Como Citar
Marin, I. (2017). Uma atualização da teoria política de Jean-Jacques Rousseau. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, 22(3), 25-50. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v22i3p25-50
Seção
Artigos