A resposta hegeliana ao problema do critério

  • Ediovani Antônio Gaboardi Universidade Federal da Fronteira Sul
Palavras-chave: problema do critério, hegel, exposição fenomenológica

Resumo

Este artigo aborda o problema do critério, definido como a circularidade entre demonstração e critério, na Fenomenologia do espírito. Hegel vale-se desse problema para criticar a epistemologia kantiana, acusando-a de sucumbir ao Trilema cético e de negar à justificação seu papel precípuo de atestar a verdade. Hegel lida com o problema do critério através da exposição fenomenológica, uma forma de demonstração que parte de critérios provisórios, assumidos pelas pretensões de conhecimento em disputa. Além disso, Hegel nega a legitimidade da exigência de um critério de justificação que não esteja contido no conteúdo a ser avaliado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Aikin, S. F. (2010). The Problem of the Criterion and Hegel's Model for Epistemic Infinitism. History of Philosophy Quarterly, 27(4), pp. 379-388.

Albert, H. (1973). Tratado sobre la razón crítica. Traducción de R. G. Girardot. Buenos Aires: Editorial SUR.

Aristóteles. (1994). Tópicos. Em Aristóteles, Tratados de lógica. Traducción de M. C. Sanmartín. (pp. 89-306). Madrid: Gredos.

Aristóteles. (2005). Metafísica (2 ed., Vol. II). Tradução de M. Perine. São Paulo: Loyola.

Berti, E. (1998). As razões de Aristóteles. Tradução de D. D. Macedo. São Paulo: Loyola.

BonJour, L. (1985). The Structure of Empirical Knowledge. Cambridge: Harvard University Press.

Chisholm, R. (1957). Perceiving. Ithaca, NY: Cornel University Press.

Chisholm, R. (1974). Teoria do conhecimento (2 ed.). Tradução de Á. Cabral. Rio de Janeiro: Zahar Editores.

Chisholm, R. M. (1996). “The Problem of the Criterion”. Em: Lucey K G (ed.). On Knowing and the Known: Introductory Readings in Epistemology (pp. 105-118). Amherst: Prometheus Books.

Foster, M. N. (1989). Hegel and Skepticism. Cambridge: Harvard University Press.

Haack, S. (1998). “A Foundherentist Theory of Empirical Justification”. Em: L. P. Pojman (ed.). The Theory of Knowledge: Classic and Contemporary Readings (2 ed., pp. 283-293). Belmont: Wadsworth Publishing Company.

Hegel, G. W. (1992). Fenomenologia do espírito (Vol. 1). Tradução de P. Meneses. Petrópolis: Vozes.

Hegel, G. W. Ciencia de la Lógica (6 ed., Vol. I). Traducción de A. Mondolfo, & R. Mondolfo. Buenos Aires: Ediciones Solar.

Hegel, G. W. (1995). Enciclopédia das ciências filosóficas em compêndio (Vol. I). Tradução de P. Meneses. São Paulo: Loyola.

Hegel, G. W. (2006). Relación del escepticismo con la filosofía. Traducción de M. d. Paredes. Madrid: Editorial Biblioteca Nueva.

Kant, I. (1985). Crítica da razão pura. Tradução de M. d. Santos & A. Morujão. Lisboa: Calouste Gulbenkian.

Lehrer, K. (2010). Coherentism. Em: J. Dancy, E. Sosa, & Steup, M. (Orgs.). A Companion to Epistemology (2 ed., pp. 278-281). Chichester: Blackwell Publishing Ltd.

Luft, E. (junho de 2006). A Fenomenologia como metaepistemologia. Revista eletrônica de estudos hegelianos, 3(4). Acesso em 18 de novembro de 2013, disponível em http://www.hegelbrasil.org/rev04a.htm

Rockmore, T. (2006). Hegel and Epistemological Constructivism. Idealistic Studies, 36(3), pp. 183-190.

Sexto Empírico. (1993). Esbozos Pirrónicos. Traducción de A. G. Cao & T. M. Diego. Madrid: Editorial Gredos.

Westphal, K. R. (1989). Hegel's Epistemological Realism. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers.

Westphal, K. R. (1998). Hegel's Solution to the Dilemma of the Criterion. Em: Stewart, J. (ed.). The Phenomenology of Spirit Reader: A Collection of Critical and Interpretive Essays (pp. 76-91). Albany: Suny Press.

Westphal, K. R. (2003a). Hegel's epistemology: a Philosophical Introduction to the Phenomenology of Spirit. Indianapolis: Hackett Publishing Company.

Westphal, K. R. (2003b). Hegel's Manifold Response to Scepticism in the Phenomenology of Spirit. Proceedings of the Aristotelian Society (Hardback), 103, pp. 149-178. London.
Publicado
2019-12-26
Como Citar
Gaboardi, E. (2019). A resposta hegeliana ao problema do critério. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, 24(2), 71-86. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/filosofiaalema/article/view/159024
Seção
Artigos