Entre a décadence e a rangordnung: anotações sobre a crítica de Nietzsche à modernidade

  • Antônio Edmilson Paschoal Pontificia Universidade Católica do Paraná
Palavras-chave: Nietzsche, Wagner, Modernidade, Décadence, Rangordnung

Resumo

Este artigo tem a finalidade de indicar alguns traços da crítica de Nietzsche à modernidade e apresentar o modo como ele estabelece sua tarefa em relação a ela e seu projeto filosófico a partir dela. Nesse sentido, cabe observar que Nietzsche reivindica uma diferença radical entre a modernidade e sua filosofia: enquanto a primeira é caracterizada como uma decadência (décadence), a segunda postularia uma espécie de hierarquia (Rangordnung). Tal oposição, contudo, não impede o filósofo de postular que seu projeto filosófico encontra raízes no seu tempo e tem por meta levar adiante certos propósitos e contradições internas da própria modernidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Edmilson Paschoal, Pontificia Universidade Católica do Paraná
Professor de Filosofia na Pontificia Universidade Católica do Paraná
Publicado
2013-06-14
Como Citar
Paschoal, A. (2013). Entre a décadence e a rangordnung: anotações sobre a crítica de Nietzsche à modernidade. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, (21), 11-30. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i21p11-30
Seção
Artigos