A filosofia como arte, ou a “tópica indefinida” de Gérard Lebrun

  • Márcio Suzuki Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: Gérard Lebrun, História da Filosofia, Bergson, Hegel, Nietzsche

Resumo

Este texto é uma tentativa de iluminar alguns aspectos do "método" lebruniano de fazer história da filosofia. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcio Suzuki, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Professor Doutor do Departamento de Filosofia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo
Publicado
2007-06-15
Como Citar
Suzuki, M. (2007). A filosofia como arte, ou a “tópica indefinida” de Gérard Lebrun. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, (9), 11-26. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i9p11-26
Edição
Seção
Artigos