A evolução do conceito de ironia romântica na obra do jovem Györg Lukács

  • Arlenice Almeida da Silva Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Palavras-chave: Ironia, romantismo, filosofia, drama, romance

Resumo

O artigo acompanha a importância e a significação do conceito de ironia romântica nas obras de juventude de György Lukács. Ao comparar os conceitos de ironia e de trágico, e suas figurações artísticas, lukács aborda alguns dos principais problemas estéticos do início do século XX, como o das diferenças históricas entre os gêneros literários e o das relações entre forma e filosofia, arte e vida. 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arlenice Almeida da Silva, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Professora de Estética e História da Arte no Departamento de Filosofia da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Publicado
2007-06-15
Como Citar
Silva, A. (2007). A evolução do conceito de ironia romântica na obra do jovem Györg Lukács. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, (9), 49-70. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i9p49-70
Edição
Seção
Artigos