Nietzsche e a morte

  • Eduardo Nasser Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Nietzsche, Vida, Morte, Tempo

Resumo

Inicialmente, desejamos investigar o significado da "reinterpretação" da morte proposta por Nietzsche, levando em consideração a rejeição da concepção de matéria em troca da hipótese das forças, a indiferença entre os reinos orgânico e inorgânico e, finalmente, a solidariedade entre perspectiva e percepção exata no "mundo morte". Em seguida, nosso foco será a análise nietzschiana do problema da morte para o homem. Trata-se de compreender o conceito de "morte voluntária", por oposição à "morte covarde, mediante um estudo das duas maneiras de "querer a morte". Veremos, enfim, como esse sentido ambivalente da morte, explicitado por Nietzsche, é um resultado imediato da relação entre o homem e o tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2008-06-14
Como Citar
Nasser, E. (2008). Nietzsche e a morte. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, (11), 99-110. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i11p99-110
Seção
Artigos