Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Nietzsche e a morte

Eduardo Nasser

Resumo


Inicialmente, desejamos investigar o significado da "reinterpretação" da morte proposta por Nietzsche, levando em consideração a rejeição da concepção de matéria em troca da hipótese das forças, a indiferença entre os reinos orgânico e inorgânico e, finalmente, a solidariedade entre perspectiva e percepção exata no "mundo morte". Em seguida, nosso foco será a análise nietzschiana do problema da morte para o homem. Trata-se de compreender o conceito de "morte voluntária", por oposição à "morte covarde, mediante um estudo das duas maneiras de "querer a morte". Veremos, enfim, como esse sentido ambivalente da morte, explicitado por Nietzsche, é um resultado imediato da relação entre o homem e o tempo.

Palavras-chave


Nietzsche; Vida; Morte; Tempo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i11p99-110

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADO POR:  International Philosophical Bibliography - Répertoire bibliographique de la philosophie; Latindex; The Philosopher's Index; Ulrich’s Periodicals Directory; REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico). ESTRATO A2 NO QUALIS DA CAPES.