Benjamin e Brecht: a pedagogia do gesto

  • Luciano Gatti Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Walter Benjamin, Bertolt Brecht, Teatro épico

Resumo

O artigo examina a interpretação do teatro épico de Bertolt Brecht elaborada por Walter Benjamin em seu ensaio “O que é o teatro épico?”, de 1931. A partir da exigência de reconfiguração crítica do teatro tradicional, em vista do esclarecimento do público e de sua vinculação a um movimento mais amplo de transformação social, são apresentados os pressupostos e as dificuldades de um teatro pedagógico, tal como apresentado por Brecht em sua peça Um homem é um homem. Com isso, discute-se a perspectiva de análise de Benjamin, que ressalta o potencial crítico e anti-ilusionista de certos procedimentos teatrais, notadamente a produção de gestos pela interrupção da ação. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Gatti, Universidade Estadual de Campinas
Doutor pela Universidade Estadual de Campinas
Publicado
2008-12-14
Como Citar
Gatti, L. (2008). Benjamin e Brecht: a pedagogia do gesto. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, (12), 51-78. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i12p51-78
Seção
Artigos