Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Para a história conceitual da discriminação da mulher

Marisa Lopes

Resumo


A discriminação da mulher, longe de apresentar-se como um tema exclusivamente sociológico, encontra sua fundamentação conceitual na História da Filosofia, especialmente na filosofia de Aristóteles. Pretende-se mostrar aqui como o filósofo, a partir de seus pares conceituais metafísicos, potência/ato e matéria/forma, deriva a incompletude, a impotência, a mutilição e, por fim, a incapacidade ética e política da mulher. 

 

 


Palavras-chave


Discriminação; Mulher; Aristóteles

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i15p81-96

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADO POR:  International Philosophical Bibliography - Répertoire bibliographique de la philosophie; Latindex; The Philosopher's Index; Ulrich’s Periodicals Directory; REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico). ESTRATO A2 NO QUALIS DA CAPES.