Retorno à querela do Trieb: por uma tradução freudiana

  • Ivan Ramos Estêvão Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Psicanálise, Freud, Tradução, Pulsão, Instinto, Desejo

Resumo

O artigo tem como intuito retomar o debate sobre a tradução dos textos de Freud, focando-se no conceito de Trieb, um dos mais importantes da psicanálise freudiana e também o de mais difícil tradução. Nossa tese é que, ao contrário do que os tradutores costumam apontar, a escolha entre os dois termos mais populares – instinto ou pulsão – não se dá por fatores técnicos, mas principalmente por motivos políticos. Optamos por abordar o tema a partir de três pontos da obra freudiana, a saber, a teoria do desejo e da responsabilidade, o debate entre sua posição natureza versus cultura e sobre a hereditariedade. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-06-14
Como Citar
Estêvão, I. (2012). Retorno à querela do Trieb: por uma tradução freudiana. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, (19), 79-106. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i19p79-106
Seção
Artigos