Entendimento discursivo e entendimento intuitivo no § 77 da Crítica do juízo

  • Pedro Paulo Pimenta Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: Teleologia, Entendimento, Juízo, Reflexão, Subjetividade, Finitude

Resumo

Este texto discute a caracterização que Kant faz, no § 77 daCrítica do Juízo, do conceito de um entendimento intuitivo. Essa discussão é importante não somente pelo lugar sistemático que tal conceito ocupa na Filosofia Crítica, mas também pela relevância propriamente ideológica que tem dentro de interpretações da filosofia de Kant. Mostra-se aqui a caracterização do entendimento intuitivo, necessário à razão humana, a partir da constatação da discursividade do entendimento humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Paulo Pimenta, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Mestrando do Departamento de Filosofia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.
Publicado
1997-06-16
Como Citar
Pimenta, P. (1997). Entendimento discursivo e entendimento intuitivo no § 77 da Crítica do juízo. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, (2), 19-34. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i2p19-34
Edição
Seção
Artigos