Tempo e história: algumas aproximações acerca do presente em Walter Benjamin e Martin Buber

  • Monica Udler Cromberg Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: Martin Buber, Walter Benjamin, Presente, História, Tempo

Resumo

O conceito de "presente" de Martin Buber e o de Walter Benjamin parecem equivaler-se. O de Buber é referido como "Gegenwart", termo que quer dizer tanto "presente" (temporal) como "presença", e o de Benjamin com "Jetztzeit". Ambos implicam um tempo qualitativo e não linear e cronológico e consideram o presente como uma ruptura - seja na cadeia da causalidade, seja no determinismo das leis naturais e historicistas - e um entrecruzamento de temporalidades, onde o passado e o futuro se fundem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Monica Udler Cromberg, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Mestranda do Departamento de Letras da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo (FFLCH-USP).
Publicado
2002-12-24
Como Citar
Cromberg, M. (2002). Tempo e história: algumas aproximações acerca do presente em Walter Benjamin e Martin Buber. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, (8), 41-59. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i8p41-59
Edição
Seção
Artigos